Primeira reforma de casa. Por onde começar?

Atualmente, como estamos passando mais tempo em casa, aumentou a necessidade de tornar o nosso lar ainda mais funcional e confortável. Por essa razão, muita gente se aventurou em fazer reformas. Meu artigo de hoje vai ser especialmente para quem é “marinheiro de primeira viagem”, ou melhor, de primeira obra mesmo! Seja um casal que está junto há pouco tempo e quer fazer melhorias no apartamento, ou para quem tem um imóvel com algum probleminha, mas que foi postergando esse momento. Enfim, não importa a situação, o fato é que a reforma é um assunto bem importante. Para evitar várias dores de cabeça, eu vou fazer um passo a passo com dicas bem valiosas. Vamos lá?

Projeto e Cronograma

Em todo tipo de obra, ter um projeto bem detalhado e um cronograma bem definido são muito importantes. E, com certeza, não seria diferente para quem está reformando a casa pela primeira vez. Sempre aconselho que você tenha o suporte de um escritório de arquitetura para fazer tudo isso, afinal esses profissionais já têm expertise. Porém, caso você contrate apenas o prestador de serviço (pedreiro, pintor, encanador, eletricista, etc.) da área específica, você mesmo terá que colocar todos os detalhes do projeto e prazos no papel. Somente assim você poderá evitar imprevistos, antecipar soluções e saber o valor real que a obra vai custar.

Saiba quem você está contratando!

Mesmo que você não tenha feito nenhuma reforma ainda, nem conheça ninguém da área, é interessante que você pegue boas referências antes de contratar um profissional. Uma ótima ideia é visitar uma obra presencialmente, fazer perguntas, ver o que está acontecendo, ou então consultar pessoas que já fizeram obras parecidas com a que você deseja executar em casa. Assim, você não fica no escuro!

Contrato de Obra

Caso você tenha contratado um escritório especializado, ficará muito mais fácil ter controle dos procedimentos. Afinal, um arquiteto ou engenheiro estará coordenando e repassando tudo pra você. Mas, mesmo que você não esteja realizando uma reforma grande, você pode (e deve!) criar um contrato de obra. Basicamente, faça uma listinha com todos os itens e prazos que foram combinados entre você e o prestador de serviço (um pedreiro, por exemplo), para que lá na frente ninguém tenha surpresas desagradáveis – como um dos lados solicitar algo que não foi combinado, ou ter um valor de serviço diferente do que foi conversado. Essa é uma garantia tanto para o morador quanto para quem está cuidando da reforma, afinal as falhas de comunicação são muito comuns nessas situações. 

Coordenador de Obras

Como citei acima, quando você tem um escritório fiscalizando a sua obra, tudo fica mais fácil e seguro. Entretanto, se você não tem dinheiro no momento para esse tipo de contratação, ou acredita que serão feitas pequenas alterações na casa, é possível que você mesmo, o morador, resolva gerenciar tudo. Porém, preciso adiantar que essa tarefa não é tão simples quanto parece. Não é porque você ou alguém da sua família acompanhou uma pequena reforma no banheiro, por exemplo, que isso pode dar certo em outros ambientes. Até porque temos questões de segurança envolvidas, que necessitam da máxima atenção. Além disso, você terá que disponibilizar seu tempo também para cuidar das compras de materiais e da resolução de imprevistos. Portanto, é essencial que a pessoa que vai acompanhar a obra se dedique totalmente a isso. 

Orçamento Assertivo

Não caia na conversa de quem apenas te passa uma estimativa de preços, sem ser transparente com você. Antes de fechar qualquer reforma, coloque tudo na ponta do lápis, liste todos os itens, verifique os valores, consulte as empresas de fornecimento dos materiais, etc. Enfim calcule tudo e ainda deixe um caixa extra para possíveis problemas no decorrer da obra. Essa é uma garantia de que seu orçamento não vai estourar, nem que ninguém vai te enrolar com preços abusivos.

Vá pessoalmente na loja

Para quem for marinheiro de primeira viagem, eu aconselho ir diretamente até a loja conferir de perto os materiais que deseja comprar. Pela internet, às vezes ocorrem variações de cores, tamanhos, entre outros detalhes. Então, como você ainda não tem experiência no assunto, é bom verificar aquilo que será comprado. Isso vai evitar possíveis trocas futuras, caso você não goste do resultado da entrega.

Confira os pedidos

Sempre que os materiais de construção chegarem na obra, verifique na mesma hora! Assim, é possível conferir se nenhuma peça veio quebrada, se as quantidades estão corretas, se o modelo solicitado está certinho, entre outros tipos de desencontros. Afinal, depois do recebimento (com nota fiscal assinada) ficará bem mais difícil realizar a troca ou pedir o ressarcimento. Mais uma dica importante: Já peça o máximo de itens de uma vez, não fique solicitando aos poucos, pois assim você acaba pagando várias taxas de entrega. Ser assertivo vai ajudar muito na economia!

Internet

Para quem tem muitas dúvidas e pouco recursos, uma grande aliada pode ser a internet. Por meio de plataformas como o Youtube ou Instagram, por exemplo, é possível aprender pequenas dicas de decoração no estilo “faça você mesmo”. Claro, que você deve procurar canais de credibilidade, ou até mesmo os perfis dos fabricantes de materiais de construção para ter mais segurança. Seja para fazer uma textura diferente para a parede ou instalar um piso de forma correta, é possível encontrar muitas respostas online. 

Ligue para o fabricante

Falando nisso, caso você tenha comprado algum produto específico e tenha dúvidas sobre sua instalação, aplicação, cuidados ou manutenção, recomendo que ligue para a central de atendimento, acesse o site ou as redes sociais do fabricante. É a melhor forma de garantir que nada vai dar errado. Isso, não é somente para quem está reformando pela primeira, mas para todos os casos de dúvidas com relação a um produto diferente.  

Bruno Moraes (@brunomoraesarquitetura)

Arquiteto pela Belas Artes, pós-graduado pela FAU-Mackenzie, especialista em gestão e execução de obras. Atuou no escritório de Siegbert Zanettini e foi o arquiteto do Programa Eliana, do SBT. 

Fale conosco
 loja@pini.com.br(11) 4858-5012

Fundada em 1948, a PINI é uma empresa de informação especializada no atendimento às necessidades dos profissionais e empresas da indústria da construção civil. Atua nas áreas de Mídia, Sistemas, Educação, Informação Estratégica e Consultoria.

Copyright © 2021 PiniWeb. Todos os direitos reservados.