Morar no interior, trabalhar à distância

Esses dias, numa conversa com um cliente da área de RH de uma multinacional, ele comentou sobre a dificuldade de encontrar um profissional executivo, de alto salário, justamente porque há muita gente priorizando a qualidade de vida de morar no interior e o fato de querer o trabalho remoto, o home office, como alternativa.

Com esse começo da nossa história é mais do que a hora de pensarmos que a casa, que as nossas atividades, de que o futuro precisa sim considerar essa atividade híbrida. Podemos usar, por exemplo, a casa durante 3 ou 4 dias da semana e ir para o escritório físico apenas 1 ou 2 dias. É uma realidade que não podemos fugir.

Seja nessa casa espaçosa no interior, seja na moradia na cidade, temos que pensar no novo cotidiano da família. Se há criança, por exemplo, ter um lugar bem privativo e sossegado é essencial. Que tal um lugar bem lindo para as reuniões online, num lugar isolado e confortável? Temos que pensar que a rotina da casa não pode interferir no lado profissional dos moradores e vice-versa.

É importante planejar o local adequado para cada momento. Mais do que iluminação, natural e artificial, mobiliário adequado, entre outros itens, a tecnologia virou um facilitador da nossa vida. Internet boa virou algo tão importante como ter água e luz em casa. É claro que, quando falamos de áreas rurais, talvez essa facilidade não seja tão presente assim, mas aí há de se pensar em outras possibilidades.

Em outras cidades não tantas ofertas como tem em São Paulo, não é mesmo? Em contrapartida, alguns condomínios no interior passaram a entender essa necessidade do trabalho remoto e também correram para garantir um máximo conforto para os moradores. Pode parecer bobagem, mas ter um mercadinho perto, não ter que pegar o carro para comprar tudo ajuda muito.

Voltando a falar um pouco de tecnologia, tenho um exemplo bem bacana para compartilhar. Alguns clientes que tomaram a decisão de ir morar fora de São Paulo nos pediram uma casa acessível à distância. Ou seja, a ideia é que ele possa liberar a entrada de funcionários ou prestadores de serviço remotamente, acionar uma luz que ficou acesa, via tablet ou celular, etc. Precisamos começar a enxergar a automação da casa como uma necessidade e não um luxo.

A gente precisa realmente começar a se perguntar como essa nova realidade vai funcionar, fazer as perguntas certas. Se a gente tiver um ótimo planejamento, conseguiremos um resultado maravilhoso e a tão sonhada qualidade de vida. E aí, nem preciso dizer e reforçar o quanto que a gente vai ter que começar a pesquisar tudo o que existe no mercado em termos de solução para ficarmos sempre à frente!

Cristiane Schiavoni (@cristianeschiavoni)

Arquiteta pela FAUUSP, toca há duas décadas seu escritório com projetos de arquitetura, interiores e reformas marcados pela ousadia no uso de materiais e acabamentos inovadores e versáteis.

Fale conosco
 loja@pini.com.br(11) 4858-5012

Fundada em 1948, a PINI é uma empresa de informação especializada no atendimento às necessidades dos profissionais e empresas da indústria da construção civil. Atua nas áreas de Mídia, Sistemas, Educação, Informação Estratégica e Consultoria.

Copyright © 2021 PiniWeb. Todos os direitos reservados.